Translate

segunda-feira, 23 de outubro de 2017

RESENHA HQ: Blacksad. Algum lugar em meio às sombras – Volume 1 (Blacksad. Un lugar entre las sombras)

BLACKSAD. ALGUM LUGAR EM MEIO ÀS SOMBRAS – VOLUME 1 (Blacksad. Un lugar entre las sombras).

Roteiro: Juan Diaz Canales
Arte: Juanjo Guarnido
Editora: Dargaud (BR: SESC-SP)
Ano: 2000 (BR: 2017)
Pág.: 56

John Blacksad é um detetive particular que é acusado injustamente do assassinato uma antiga namorada e, por isso, busca a todo custo descobrir quem é o verdadeiro assassino e fazer a devida justiça.
Blacksad é uma série de quadrinhos policial, lançada na Espanha em 2000. O clima das histórias tem um ambiente dos filmes policiais da década de 1940 e 1950, seguindo um estilo noir com cores e tons misturando do sombrio para tons pastéis. O mais interessante das histórias? Todos os personagens são zoomórficos. John Blacksad é um gato, os policiais são caninos, os bandidos são répteis e roedores, isso tudo em uma história em quadrinhos europeia e adulta.
Não estamos falando de algo como “Maus”, mas segue uma ideia que se assemelha, onde personagens zoomórficos representam os aspectos humanos ou, pelo menos, a ideia do autor sobre esses aspectos humanos.
Experimentei em Blacksad um tipo de enredo que não esperava ler em uma história em quadrinhos escrita e desenhada por espanhóis. Sabemos que, por anos, os italianos vêm desenvolvendo as melhores histórias em quadrinhos de faroeste com Tex Willer, mas uma história policial, com um excelente clima noir, foi uma grande surpresa.

Juan Diaz Canales, escritor da história, nos fornece uma ótima experiência com essa história policial. Ele consegue captar o clima de uma época que encanta, até os dias de hoje, as pessoas fascinadas por boas histórias de detetive. Lembrou-me de “Casablanca”, por exemplo. Sei que não é o mesmo enredo, mas senti como um clima semelhante. Canales consegue fazer com que embarquemos e admiremos a história de Blacksad.
A arte de Juanjo Guarnido é linda. Ele trabalha os personagens e o ambiente de uma forma que você reconheça o ambiente onde eles estão. Você reconhece cada ser zoomórfico e como combinam com suas personalidades, graças aos traços de Guarnido.

“Blacksad. Algum lugar em meio às sombras” é uma obra dos quadrinhos europeus que deve ser lida e apreciada, pois contém uma ótima história, uma arte deslumbrante que compõem como um todo.