Translate

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Trailer comentado “Esquadrão Suicida”.

Ontem (19/01/2016), durante a apresentação do DC Films Presents: Dawn of the Justice League, apresentado pelo roteirista Kevin Smith (Arqueiro Verde: O Espírito da Flecha) e pelo Chefe Criativo da DC Comics Geoff Johns (Lanterna Verde: Renascimento), vimos o segundo trailer de “Esquadrão Suicida”, filme que estreia em 04 de agosto de 2016 nos cinemas brasileiros. No trailer, temos uma visão mais geral de como será a ação do filme, mesmo que ainda não nos dê uma ideia de qual será o enredo.
O trailer começa com a música “Bohemain Rapsody”, do grupo Queen, sendo seguida com Digger Harkness, o Capitão Bumerange (Jai Courtney), aos gritos para ser liberado de sua cela, enquanto grita são mostradas imagens de Arlequina (Margot Robbie), Pistoleiro (Will Smith), Crocodilo (Adewale Akinnuoye-Agbaje) e El Diablo (Jay Hernandez), em suas celas. Arlequina bebe um café e lê um livro, enquanto Pistoleiro observando a chuva por uma fresta, Crocodilo faz flexões e El Diablo apaga chamas que ele gerou nas mãos, fechando com o rosto de Digger em um monitor. Então passamos para a cena em que Amanda Waller (Viola Davis) conversa com militares e políticos sobre a formação de uma equipe com os piores dos piores. Na sequência, vemos soldados invadirem a cela de Pistoleiro e imobiliza-lo, vemos Crocodilo preso e amordaçado e, enquanto Pistoleiro faz uma piada sarcástica, comparando aquilo com uma seleção de líderes de torcida, um saco é rasgado e Digger salta dele, socando o primeiro que vê pela frente, acontecendo o mesmo quando Amarra (Adam Beach) sai do carro que se encontrava, finalizando com Arlequina cumprimentando a todos de forma animada.
Depois partimos para Rick Flag (Joel Kinnaman) analisando as fichas dos detentos, iniciando por Pistoleiro, partindo para Crocodilo, depois El Diablo, Magia e Arlequina. Ainda com ela, começa a gritar que precisa matar todos e fugir, dizendo que são as suas vozes na cabeça, mas que na verdade era brincadeira. Daí então partimos para uma cena de ação com helicópteros, onde Flag explica aos detentos como funcionará a ação deles. Temos Pistoleiro ombro a ombro com Flag, Arlequina – aparentemente – fugindo, Crocodilo derrubando alguém e fechando com Arlequina e aparecendo o Coringa (Jared Leto).
Coringa então surge com uma metralhadora e usando smoking, enquanto é mostrado em sequência rápida tiros de uma metralhadora, seguido pelo “Palhaço do Crime” mexendo em uma luminária e sua lamborghini rosa metálico aparece logo em seguida. Então temos Magia dialogando com algum agente e Digger aparece ao lado de Arlequina, para fechar com Coringa deitado no chão, cercado de armas de fogo e facas.
Então aparece Katana, manuseando sua espada tomadora de almas, explosões, Pistoleiro preparando armas para um combate, El Diablo gritando e Digger abrindo uma cerveja e bebendo. Os olhos de Katana se alteram, atrás da máscara, enquanto Arlequina aponta seu bastão de beisebol como se fosse uma arma de fogo, tendo na sequência um helicóptero que dispara contra-medidas. Então vemos um urso de metralhadora, soldados da tropa de Flag se cumprimentando, um monstro – não identificável – destruindo o metrô. Então temos sequências rápidas com Coringa, Crocodilo e Katana, Dra. Harleen Quinzel – antes da transformação em Arlequina – tiros e explosões, aparecendo Pistoleiro com seu visor no olho esquerdo, mais tiros, Arlequina, o tal “monstro” (acredito que seja Magia), June Moon (sem estar possuída), Coringa, El Diablo, Arlequina olhando para cima, Magia, Digger e fecha com o Coringa dando um mergulho e resgatando o corpo inerte de Arlequina, como se fosse a transformação dela.
Então temos Pistoleiro e Flag, tendo uma cena seguinte com Coringa. Na sequência rápida, Crocodilo rasga sua blusa, um helicópeto cai, Arlequina e Coringa dentro da Lamborghini, Pistoleiro socando um colchão, uma explosão, Arlequina saltando e finaliza com ela quebrando uma vitrine e sendo questionada por Flag, no que ela diz que como pessoas más é isso que eles fazem.
O trailer, pelo que vemos tem muitas cenas rápidas e sem ligação aparente. O diretor David Ayer – que também roteirizou o filme – não parece querer entregar o que acontecerá no filme. Mas conhecendo seu trabalho anterior, podemos esperar uma história que vai deixar todos presos do começo ao fim. As cenas de ação demonstram que tudo acontecerá no centro de uma cidade importante, mas não dá para definir ainda onde será. As sequências em que aparece o – suposto – monstro, pode ser alguma coisa ligada a June Moon, quando possuída por Magia. Ainda não temos definição dos papéis de nenhum personagem, somente quem eles são – com exceção de Scott Eastwood que aparece como um dos soldados comandados por Flag. Senti falta de Digger jogando bumerangues, pois seu personagem tem o nome de Capitão Bumerangue não é somente por ele ser australiano, mas sim por fazer uso do artefato. Somente o mostra como um brigão beberrão. As sequências de Katana são bem claras na questão dela usando a Espada Tomadora de Almas. Pelo trailer temos um foco mais centralizado em três personagens distintos: Arlequina, Pistoleiro e Coringa. Parece que o filme rola em torno deles, mas espero que seja somente para “vender o filme”, pois têm muitos personagens interessantes, com dramas pessoais e psicológicos tão interessantes quanto desses três.
Quem conhece o Esquadrão Suicida e o acompanhou antes da reformulação em Novos 52, sabe que cada personagem que era membro do grupo tinha sua própria personalidade bem distinta, principalmente Rick Flag, que buscava se afirmar, pois carregava o nome e sobrenome de seu pai, um dos primeiros agentes da Força Tarefa X, o primeiro Esquadrão Suicida. Também existem personagens que foram ditos que apareceriam no filme, mas não foram mostrados nesse segundo trailer como Tatuagem (Common) e Rei-Tubarão (Raymond Olubawale) – possivelmente foram cortados.

A expectativa para “Esquadrão Suicida” é grande e torcemos que seja um grande filme, pois tem um excelente diretor, um elenco grandioso – tanto de número, quanto de talento (to nem aí se não gostam dos atores, pois eu gosto da maioria deles). Vamos esperar pela estreia.