Translate

sábado, 16 de maio de 2015

E surgem as Lendas do Amanhã...

A Warner apresentou o trailer de DC’s Legends of Tomorrow. Seriam eles a variação de supergrupo do Universo Televisivo DC?

All-Star-Comics-Vol.-1-3-1940Na década de 1940, a All-American Publications (que viria a fazer parte, mais tarde, da National Periodicals, que viria a se tornar a DC Comics) decidiu lançar na All-Star Comics #3 a Sociedade da Justiça da América, um grupo formado pelos heróis da editora que se encontravam para contar sobre suas aventuras ou enfrentar perigos que um herói sozinho não poderia enfrentar.

Juntos enfrentaram a Sociedade da Injustiça da América, grupo formado pelos principais inimigos dos membros da equipe, que como a Sociedade da Justiça, variava na medida em que era necessário.

A Sociedade da Justiça da América (apelidada de SJA) era o grupo mais famoso, mas devido a ocorrência do livro “Sedução do Inocente” – o Malleus Maleficarum dos quadrinhos) – e o macarthismo, viu-se desfeita depois da revista All-Star Comics #57.

Brave_and_the_Bold_28Demorou 11 anos até a DC Comics retornar com um novo grupo de super-heróis. Este, também formado pelos principais personagens da época, se chamava Liga da Justiça da América e surgiu na revista The Brave and The Bold #28.

A ideia da super-equipe veio do editor da DC Comics na época, Julius Schwartz que, pensando na Major League Baseball's, National League e a American League, decidiu pelo nome Liga da Justiça. Ele chamou o roteirista Gardner Fox, grande nome na criação da Era de Prata dos Quadrinhos, e o desenhista Mike Sekowsky para o desenvolvimento do supergrupo. Reza a lenda que ao comentar sobre a Liga da Justiça durante um jogo de golfe com Martin Goodman, presidente da – então – Atlas Comics, este decidiu pedir ao seu sobrinho por parte de esposa, Stan Lieber – hoje mais conhecido como Stan Lee – para que criasse um grupo de super-heróis, também. Stan chamou o desenhista da Atlas, Jack Kirby, e ambos criaram o Quarteto Fantástico.

A Sociedade da Justiça, que já havia tido um reintrodução no final da década de 1950 pelo próprio Schwartz, retornou também, mas agora fazia parte de uma Terra paralela, chamada Terra-2, iniciando o Multiverso DC.Crisis on Earth-Two

A Liga da Justiça se tornou um dos grandes sucessos da DC Comics, que serviu de trampolim para vários personagens que estavam no recesso dos quadrinhos, com baixas vendas e – quase – para ser cancelados (com exceção da Mulher-Maravilha, que nunca poderá ter sua revista cancelada, devido a um acordo em William Moulton-Marston e a All-American Publications (que vale até hoje para a DC Entertainment)), sendo que, muitas vezes eles estavam com as revistas canceladas. A formação original do grupo era chamada de “As Sete Maravilhas” ou “Os Sete Magníficos”: Aquaman, Batman, Caçador de Marte, Flash, Lanterna Verde e Superman, eram os membros efetivos do grupo, que teve as mais variadas reinterpretações no decorrer dos anos (fica difícil citar o nome de todos os membros, pois foram muitos). Mas antes de Crise nas Infinitas Terras, a formação do grupo contava com Aquaman, Caçador de Marte, Cigana, Gládio, Homem-Elástico, Vibro, Vixen e Zatanna.

Após a Crise nas Infinitas Terras, a Liga da Justiça ganhou uma nova origem, onde Batman, Superman e Mulher-Maravilha não faziam parte da formação original devido a suas novas origens, mas depois da minissérie, o grupo ressurge com: Batman, Besouro Azul, Caçador de Marte, Canário Negro, Capitão Marvel, Doutora Luz, Fogo, Gelo, Gladiador Dourado, Lanterna Verde/Guy Gardner, Senhor Destino e Senhor Milagre. Esse novo grupo fez enorme sucesso não somente pela ação, mas também pelo tom cômico, tanto que ganhou um novo título, Liga da Justiça Internacional, no final dos anos de 1980, que foi dividido em vários subgrupos: Liga da Justiça América, Liga da Justiça Europa e Liga da Justiça Antártica, com personagens como Mulher-Maravilha, Capitão Átomo, além de vilões como Major Desastre, Mestre das Pistas e Rei Relógio.Justice_League

JLA_1A Liga voltou a ser reformulada pelo escritor escocês Grant Morrison, que decidiu retorna-la a formação clássica, incluindo Batman, Mulher-Maravilha e Superman, mas ele não pode contar com o Lanterna Verde/Hal Jordan, que se tornará o vilão Parallax, em nem com o Flash/Barry Allen, que morrera durante a Crise nas Infinitas Terras, então contou com os “herdeiros” Kyle Rayner portando o anel do Lanterna Verde e Wally West trajando o traje vermelho e dourado do Flash.

Após a saga Ponto de Ignição, A Liga da Justiça ganhou uma nova formação, tendo o membro Caçador de Marte sendo substituído pelo Ciborgue. Chegou a surgir a Liga da Justiça Internacional, liderada pelo Gladiador Dourado, tinha como membros regulares Augusto General de Ferro, Fogo, Gelo, Godiva, OMAC e Vixen, mas chegou a contar, também com Batman, Soviete Supremo e Lanterna Verde/Guy Gardner, mas essa equipe não durou muito, então surgiu a Liga da Justiça da América (restituindo o antigo nome), que contava com o retorno do Caçador de Marte ao lado do Arqueiro Verde, Doutor Luz, Gavião Negro, Katana, Lanterna Verde/Simon Baz, Mulher-Gato, Stargirl e Vibro. O grupo era formado pela A.R.G.U.S., então respondia diretamente a essa agência do governo dos EUA, e nele podemos ver a inclusão de dois vilões – possivelmente – reformados: Doutor Luz e Mulher-Gato. Esse grupo derivou A Liga da Justiça Unida (ou Liga da Justiça Canadá, como também é conhecida). Após a minissérie Vilania Eterna, a Liga da Justiça também terminou integrando dois vilões: Lex Luthor e Capitão Frio.Justice_League_30

Na TV, o sucesso do grupo Liga da Justiça da América nos quadrinhos chegou a ganhar uma primeira interpretação em 1973 no desenho animado Super-Amigos apresentado pelo canal de televisão ABC. Eram membros da equipe: Batman, Aquaman, Mulher-Maravilha, Robin e Superman, ainda contando com os dois adolescentes Marvin e Wendy e o Super-cão, que não possuía nenhum superpoder. O sucesso do desenho gerou vários genéricos nos anos seguintes, até 1986 quando encerrou com o título Super-Amigos: Guardiões Galácticos, que contava com: Aquaman, Batman, Ciborgue, Flash, Gavião Negro, Lanterna Verde, Mulher-Maravilha, Nuclear, Robin, Samurai e Superman.GALACTIC_GUARDIANS_(1985)

No começo de 1979, a emissora NBC fez sua adaptação em live-action do supergrupo e chamou de “Legends of the Superheroes”, que contava com Átomo (Alfie Wise), Batman (Adam West, do seriado de TV Batman, da ABC), Canário Negro (Danuta Rylko Soderman), Caçadora (Barbara Joyce), Capitão Marvel (Garrett Craig), Flash (Rod Haase), Gavião Negro (Bill Nuckols), Lanterna Verde (Howard Murphy) e Robin (Burt Ward, que também reprisou seu personagem do seriado de TV Batman). Eles enfrentavam uma galeria de vilões que contava desde Dr. Silvana até Solomon Grundy.LOTSH2

Em 1997, veio uma nova tentativa de trazer a Liga da Justiça em live-action. O piloto tinha como intenção adaptar as histórias em quadrinhos do final da década de 1980, escritas por J.M. DeMatteis e Keith Giffen e desenhadas por Kevin Maguire, mas foi um fracasso total. O grupo era formado por Caçador de Marte (David Ogden Stiers), Eléktron (John Kassir), Flash (Kenny Johnston), Fogo (Michelle Hurd), Gelo (Kimberly Oja) e Lanterna Verde/Guy Gardner (Matthew Settle). Além de alterarem as origens dos personagens, totalmente, a produção era bem fraca, com efeitos especiais bem medíocres, atuações beirando o ridículo. Por conta disso, o piloto virou um filme para a TV e um ótimo exemplo de como as séries não devem ser.Justice-League-movie-970x545

De 2001 a 2006, a Warner Bros. produziu Liga da Justiça e seu variante Liga da Justiça Sem Limites. A série animada, criada por Bruce Timm, James Tucker e Rich Fogel, inicialmente trazia Batman, Caçador de Marte, Flash, Lanterna Verde/John Stewart, Mulher-Gavião, Mulher-Maravilha e Superman. Batman e Superman já haviam tidos suas séries animadas e foi graças a elas que Liga da Justiça surgiu. Quando se tornou Liga da Justiça Sem Limites, o título combinava com o grupo, pois reuniu várias décadas de histórias de grupos que circularam no Multiverso DC. Tínhamos membros da Sociedade da Justiça, do Esquadrão Supremo, dos Sete Soldados da Vitória, dos Combatentes da Liberdade, da Liga da Justiça Internacional, dos Renegados, e por aí vai. Foi a primeira vez que vimos tamanho número de personagens do Universo DC representados de forma correta.justice league unlimited

Entre os anos 2001 e 2011, a Warner produziu o seriado Smallville. A partir da quarta temporada começaram a surgir outros personagens com superpoderes. O primeiro foi Bart Allen (Kyle Gallner), o Impulso. Na quinta temporada apareceram Arthur Curry (Alan Ritchson), o Aquaman, e Victor Stone (Lee Thompson Young), o Ciborgue. Na sexta temporada, somos apresentados a Oliver Queen (Justin Hartley), o Arqueiro Verde, e este patrocina um grupo de combatentes que contam com ele, Aquaman, Ciborgue, Clark Kent (Tom Welling) e Impulso.Smallville-Justice Além desse grupo, Clark ainda se encontra com os três membros-fundadores da Legião dos Super-Heróis, Rapaz-Cósmico/Rokk Krinn (Ryan Kennedy), Rapaz-Relâmpago/Garth Ranzz (Calum Worthy) e Moça-Satúrnia/Imra Ardeen (Alexz Johnson) na oitava temporada, e na penúltima temporada somos apresentados a primeira versão da Sociedade da Justiça em live-action, que contava com Gavião Negro/Carter Hall (Michael Shanks), Senhor Destino/Kent Nelson (Brent Stait), Sideral/Sylvester Pemperton (Jim Shield) e Star Girl/Courtney Whitmore (Britt Irvin).

Em 2007, a Warner Bros. chamou o diretor George Miller (Mad Max: Estrada da Fúria) para dirigir o filme que se chamaria Justice League: Mortal. Com elenco convocado, figurinos prontos e locações na Austrália, o filme contaria com Aquaman (Santiago Cabrera), Batman (Armie Hammer), Caçador de Marte (Hugh Keays-Byrne), Flash (Adam Brody), Lanterna Verde (Common), Mulher-Maravilha (Megan Gale) e Superman (D.J. Cotrona), mas esse filme não continuou as filmagens, pois durante três meses uma greve de roteiristas retardou as filmagens, prejudicando a agenda e deixando um enorme rombo nos cofres da Warner.justice-league-mortal-the-film-we-almost-got-jpeg-210485

Em 2012, a Warner estreou no canal The CW a série televisiva Arrow. Nela o bilionário Oliver Queen (Stephen Amell) retorna de uma ilha onde ficou preso durante cinco anos. Ele retorna a Starling City para fazer justiça na base do arco.Arrow

A série, na sua primeira temporada, foi absoluto sucesso, garantindo uma segunda temporada e o primeiro spin-off, The Flash.The Flash

Apesar das críticas iniciais ao ator escolhido para ser Barry Allen/Flash (Grant Gustin), The Flash chega ao final da primeira temporada sendo um dos maiores sucessos do canal The CW. Tanto ela como Arrow se tornaram – assim como era Smallville – espaço para lançamento de outros super-heróis e vigilantes do Universo DC. Em Arrow, por exemplo, vimos surgir Arsenal/Roy Harper (Colton Haynes), Caçadora/Helena Bertinelli (Jessica De Gouw), Canário Negro I/Sara Lance (Caity Lotz), Canário Negro II/Dinah Laurel Lance (Katie Cassidy), Eléktron/Ray Palmer (Brandon Routh), Katana/Tatsuo Yamashiro (Rila Fukushima) e Ricardita/Thea Queen (Willa Holland), além do grupo formado pela Força Tarefa X, somente por vilões, o Esquadrão Suicida.

Em Flash, além do próprio velocista escarlate, vimos o surgimento de Nuclear/Prof. Martin Stein-Ronnie Raymond (Victor Garber e Robbie Amell, respectivamente). E como a série é mais voltada para meta-humanos, vemos um grande gama de personagens da galeria de vilões do Flash, como Capitão Frio/Leonard Snart (Wentworth Miller), Flautista/Hartley Hathaway (Andy Mientus), Mago do Tempo/Mark Mardon (Liam McIntyre), Onda Térmica/Mick Rory (Dominic Purcell), Patinadora Dourada/Lisa Snart (Peyton List), Rainbow Raider/Roy G. Bivolo (Paul Anthony), Trapaceiro I/Jesse James (Mark Hammil) e Trapaceiro II/Axel Walker (Devon Graye), além de vários outros, como Grodd (David Sobolov) e Flash Reverso/Eobard Thawne (Tom Cavanagh).

legends-of-tomorrowAgora a Warner prepara mais um spin-off, com personagens que surgiram em Arrow e em Flash, além de alguns inéditos em ambas as séries. Um grupo formado por heróis e vilões. A série se chamará Legends of Tomorrow (algo como Lendas do Amanhã) e será composta por Canário Branco/Sara Lance, Capitão Frio/Leonard Snart, Eléktron/Ray Palmer, Mulher-Gavião (Ciara Renee), Nuclear/Prof. Martin Stein (ainda não a confirmação de quem será sua outra contra-parte, pois Robbie Amell não aparece no elenco), Onda Térmica/Mick Rory e Rip Hunter (Arthur Darvill). No trailer que segue abaixo, vemos que também teremos aparições correntes de Flash/Barry Allen e Arrow/Oliver Queen e que, na primeira temporada da série o grupo enfrentará o vilão imortal Vandal Savage.

Alguns vêm questionando a personagem Canário Branco que será vivida pela atriz Caity Lotz, mas se pesquisarem bem descobrirão que a mesma surgiu como uma inimiga da Canário Negro na revista Birds of Prey Vol. 2 #1 (Julho de 2010). Foi criada por Gail Simone e Ed Benes e surgiu para vingar a honra da família, ameaçando revelar a identidade secreta de Dinah e matar cada uma de suas aliadas, caso ela não aceitasse enfrenta-la. Canário Negro termina enfrentando-a e vencendo. A personagem não tem nome nos quadrinhos e, como sempre, estamos falando de um Universo Paralelo, com possibilidades diversas.WhiteCanaryvsBlackCanary

A série “Legends of Tomorrow” promete ser uma série emocionante com ação e bastante efeitos especiais. Vamos ficar na torcida que esse novo supergrupo tenha sucesso, mesmo que nunca ganhe um nome com extensão de Justiça, mesmo que faça de tudo para cumpri-la.