Translate

quarta-feira, 29 de abril de 2015

75 anos de um prodígio.

Divulgaram uma imagem do Coringa em comemoração ao surgimento do personagem há 75 anos em Batman #1, mas uma peça terminou ficando de fora, pois três meses antes do nêmeses do Batman assoprar as velinhas, na Detective Comics #38, surgiu o jovem Richard “Dick” Grayson, também conhecido como Robin.Robin-to-Nightwing-by-George-Perez

Não sei se isso fora proposital, mas nem mesmo a DC Comics lembrou de comemorar o aniversário do personagem. Alguns dirão: “Ah, mas ela está com a saga Convergence, que ocupa suas revistas durante a transição da empresa de Nova Iorque para a Califórnia”; terão aqueles que insistirão: “O Robin é um personagem inútil, por isso que a DC preferiu esquecer-se de comemorar”. Mas a estes eu lhes escrevo em caixa alta: NÃO!

Robin_Dick_GraysonO Robin é um marco na história dos quadrinhos, pois graças a eles surgiram personagens como Ricardito (Speedy), Bucky, Kid Flash, e tantos outros.

Robin surgiu e trouxe a onda sidekick, ou simplesmente, parceiro-mirim. Eles surgiram para atrair as crianças, que cada vez mais se afastavam por falta de identificação. O Batman mesmo, devido ao nível de violência, era restringido pelos pais estadunidenses com seu nível de moralismo exacerbado. A vinda do Robin foi para amenizar isso. Não que o nível de violência caíra, pois na edição de estreia do Menino-Prodígio ele joga um bandido pela beirada de um prédio em construção, mas pelo menos as crianças tinham um personagem a se assemelhar. Mas, ao mesmo tempo que isso trouxe gratificações, trouxeram problemas, pois por Bruce e Dick não terem ligações paternas (Bruce adotou o jovem como seu tutor), o psiquiatra Fredric Wertham, considerou a relação deles como algo homossexual e que Bruce Wayne possuía conotações de pedofilia. Com isso personagens femininas foram adicionadas, como tia Agatha Wayne, que surgiu na Batman #89, Batwoman (Kathy Kane), que surgiu em Detective Comics #233, e Bat-Girl (Betty Kane), que surgiu na Batman #139.

Robin-Burt_WardQuando os personagens foram parar no seriado televisivo “Batman” em 1966, o traje do Robin era motivo de chacota, pois usava uma sunguinha e meias-calças, dando mais assunto sobre as motivações comportamentais da dupla dinâmica. Com isso, tudo, na década de 1970, o editor das revistas do Batman decidiram por colocá-lo novamente sozinho nas ações em suas revistas, enquanto Dick Grayson ia para a faculdade e tinha suas aventuras com a Turma Titã.

nightwing first costumeNa década de 1980, quando Batman assumiu a tutela do jovem Jason Todd, Dick se tornou Asa Noturna, criando um novo traje e voltando a liderar os Novos Titãs, ao qual havia saído para se dedicar a sua vida privada, mas que não dera certo devido ao ataque de Slade Wilson, o Exterminado, durante o evento “Contrato de Judas”.

Dick agia em Nova Iorque, sempre ao lado do seu grupo, os Novos Titãs. Somente voltou a Gotham após a morte de Jason Todd, um pouco antes de Timothy Drake assumir o seu antigo manto.

Timothy, o terceiro a assumir o manto do Robin, aprendeu com Batman, com um mestre de Bruce Wayne, com Lady Shiva e com Dick Grayson como ser um excelente combatente do crime. Para não ficar muito longe do seu tutor, Dick começou a trabalhar como policial em Blüdhaven e a agir como Asa Noturna na cidade, também. Chegou a assumir um grupo tático da Liga da Justiça, mas não deu muito certo, deixando então de lado.

batman_prodigal_01Durante um curto período, posterior ao Bruce se recuperar da coluna quebrada por Bane, Dick assumiu o manto do Batman na minissérie “Prodígio”, isso depois de Jean-Paul Valley denegrir a imagem do Homem-Morcego e durante o período que Bruce buscava criar confiança novamente.

Nightwing_0003Então, após um terremoto ocorrido em Gotham City, Dick se deslocou para a cidade para ajudar na contenção. Ele ficou responsável para cuidar da prisão Blackgate e, além de enfrentar os bandidos de alta-periculosidade que estavam lá, teve de enfrentar o Carcereiro e KGBesta, que assumiram a prisão.

Voltando à Blüdhaven, teve de enfrentar e combater o segundo Arrasa Quarteirão, que terminou morto enquanto eles lutavam, o que fez com que Dick deixasse o seu traje e o combate ao crime de lado, durante um tempo.

Ele retornou ao seu traje de Asa Noturna, após encarar Jason Todd, que havia deturpado a imagem do vigilante. Ele encarou, ao lado do Batman e do Robin III, as crises e eventos que ocorreram com os heróis da DC Comics, mas após a – suposta – morte do Batman, lutou contra Duas-Caras e – novamente - Jason Todd, que “quebrou” Timothy enquanto este trajava um dos uniformes do Batman. batman-battle-for-the-cowlDick relutou muito em assumir o manto do Batman, mas nas próprias condições se tornou o Homem-Morcego. Batman_Dick_Grayson_0002O filho de Bruce Wayne, Damian, que aparecera há pouco tempo, assumiu o manto de Robin ao lado de Dick, o novo Batman, enquanto Timothy assumia o traje de Robin Vermelho, antes usado por Jason Todd na saga 52.

Quando Bruce Wayne retorna, Dick continua como Batman na – agora fundada – Corporação Batman. Permaneceu no manto do morcego até o evento Flashpoint, que redefiniu todo o Universo DC, onde voltou a ser o Asa Noturna, com um novo uniforme.

Durante a minissérie Vilania Eterna, Dick foi torturado e desmascarado frente às câmeras, o que ocasionou em abandonar – novamente – o uniforme de Asa Noturna. Hoje, completando 75 anos neste mês de abril de 2015, ele está à frente da revista mensal “Grayson”, onde se tornou o agente 37 da Spyral, uma organização secreta fundada em nome da ONU pelo Dr. Dedalus (ou Agente Zero).

A história de Dick na DC, de ajudante mirim do Batman a agente secreto de uma organização não governamental, é tão longa e detalhada, com momentos distintos. Ele já encarou todos os tipos de vilões, já namorou grandes beldades do Universo DC, é considerado o segundo maior detetive do Universo DC, excelente estrategista, grande líder de campo (liderou a Turma Titã, os Novos Titãs, Força Tarefa Liga da Justiça, Renegados, Titãs, Liga da Justiça) e exímio combatente do crime.evolution_of_dick_grayson_by_vo5-d4dx3z9

O esquecimento desse personagem é uma grande falta e defeito da DC Comics, pois é um personagem que mesmo dividindo opiniões, é adorado por muito (dentre eles este que vos escreve). Essa “falta” com ele, demonstra bem o que pretendem com o personagem, como mostrado em uma breve imagem de Batman vs. Superman: A Origem da Justiça que estreia no ano que vem. Mas isso não me abala, por esse motivo eu não poderia deixar passar despercebido e então, por minha conta, comemorar o aniversário desse personagem fantástico e com uma longa história contada.Grayson_Vol_1_1_Textless_Janin_Variant