Translate

sexta-feira, 6 de março de 2015

As várias faces do Coringa

Batman 1-1O Coringa é o personagem mais icônico dos quadrinhos. Criado em 1940 em Batman #1, por Bill Finger, Jerry Robinson e Bob Kane, o personagem se tornou sinônimo de frenesi quando ele aparece em qualquer mídia. Se ele fica um longo tempo longe dos quadrinhos do Batman e retorna em alguma minissérie ou faz alguma participação especial, vende horrores, bem como sua “cara-metade’ Arlequina.

Joker-BTASAs participações do Coringa sempre foram importantes no desenho animado do Batman de 1992 a 1995. Ele foi peça crucial em Batman: A Máscara do Fantasma. Foi importantíssimo em Batman do Futuro: O Retorno do Coringa.

No quadrinhos, o Coringa é peça-chave nas mais infinitas minissagas do Batman. Ele participou como antagonista em Batman: O Cavaleiro das Trevas, Batman: A Piada Mortal, Batman: Asilo Arkham, Batman: Digital Justice, Coringa: O Homem Que Ri e Batman: Advogado do Diabo. Foi figura importantíssima na morte do Robin II (Jason Todd) em A Morte em Família, foi o antagonista do Robin III (Tim Drake) na minissérie Robin II: O Coringa Está Solto!, assassinou a esposa do Comissário James Gordon, Sara Essen-Gordon, ao final da saga Terra de Ninguém e, recentemente, sem face, foi o responsável por várias atrocidades em Batman: Morte da Família, que resultou na morte do Robin IV (Damian Wayne).

the_joker_by_cesar_romeroNa TV, mais exatamente na década de 1960, ele também ganhou enorme importância, pois no seriado do Batman foi um dos vilões que mais apareceu (ao lado do Pinguim de Burgess Meredith (1907-1997)) e era interpretado pelo ator latino-americano Cesar Romero (1907-1994).

Na época me que Romero interpretava o Coringa, ele já possuía seus cabelos grisalhos, que eram tingidos de um tom verde que, dependendo da luz, ganhava outras tonalidades, mas o mais interessante era que Cesar Romero ostentava um bigode que ele considerava sua marca registrada, e quando foi convidado para interpretar o vilão, ele não quis tirá-lo, o que forçou a equipe a “carregar” no pancake branco, para cobrir o bigode, o que se tornou um fato engraçado, pois nos closes da câmera, todos percebiam o bigode de Romero coberto de maquiagem teatral.

Joker_nicholsonEm 1989, em comemoração aos 50 anos do Batman, a Warner Bros. decidiu fazer um filme em homenagem ao Cavaleiro das Trevas e chamou o diretor Tim Burton para filmar o roteiro escrito por San Hamm e Warren Skaaren, onde o vilão principal é o Coringa.

No filme o ator Jack Nicholson interpretou o personagem, depois de ser selecionado por sua atuação em “O Iluminado”. A cena em que ele abre uma fresta a machadadas e expõe o rosto com um sorriso macabro foi decisiva para o escolherem. nicholson-transformacaoNicholson tem uma alergia a cola adesiva usada para aderir proteses ao corpo, sendo assim, tiveram que fazer todo o material que lhe daria o sorriso permanente e macabro do Coringa em silicone. Ele passava horas na maquiagem para afixar as proteses, cujo resultado foi um sinistro sorriso aterrador.

A história do filme, apesar de levar no título o nome do Homem-Morcego, tinha como foco principal o antagonista do Batman, Coringa. No filme conta-se a história de como o vilão surgiu, usando como base as histórias “The Man Behind the Red Hood”, publicada em Detective Comics #168 (1951) e Batman: A Piada Mortal (1988), e ainda o liga ao assassinato dos pais de Bruce Wayne (Michael Keaton). Tim Burton chegou a dar declarações que quando Nicholson chegava no set, roubava o foco das atenções. Mas como não fazê-lo, já que o filme era todos voltado para o personagem que ele encenava, deixando Batman como mero coadjuvante.

batmandeadendEm 2003, o design e diretor de arte Sandy Corolla dirige o fan-film “Batman: Dead End”, onde o Homem-Morcego parte na caça do Coringa e termina enfrentando o Predador e Alien. O ator Andrew Koenig (1968-2010), incorpora um Coringa insano e delirante, deixando vários fãs do personagem magnetizados com sua performance.

Em 2008, três anos após o lançamento de Batman Begins (2005), que começou uma trilogia dirigida, escrita e produzida por Chistopher Nolan, Batman: O Cavaleiro das Trevas (The Dark Knight) entra em cartaz, tendo com um dos vilões o Coringa.

HeathJokerDessa vez, o “palhaço do crime” é interpretado pelo ator Heath Ledger (1979-2008). Ledger, para compor o personagem, retirou-se para um quarto e ficou em reclusão, assistindo a filmes, noticiários e fazendo anotações de coisas que seriam engraçadas para o Coringa. Então ele levou ao set uma composição do personagem que foi bem aceita pelo diretor. O Coringa de Ledger teria a cara pintada por pancake branco, os cabelos desgrenhados, tingidos de verde, e a boca com cortes profundos de ambos os lados, pintadas por um batom vermelho. Na primeira mostra desse Coringa, fãs ficaram raivosos e criticaram arduamente a composição do personagem. Mas quando o filme estreou, se tornou uma das composições mais ensandecidas do nêmesis do Batman.

A primeira palavra que me vem a memória quando lembro desse Coringa é Caos. Ele não existe porque quer roubar ou porque deseja vingança ou porque quer fazer da vida do Batman um inferno, ele existe porque precisa, necessita causar a desordem no mundo, mostrar que todos são passíveis de uma loucura, de se entregar a insanidade. A atuação de Ledger como o personagem foi tão marcante que o filme deveria ser centrado na transformação do promotor Harvey Dent (Aaron Eckhart) no Duas-Caras, mas terminou roubando os holofotes para ele, tanto que a Academia de Cinema de Hollywood deu a Ledger o Oscar póstumo de Melhor Ator Coadjuvante, algo inédito na premiação.

suicide-squad-dcEm 2014, a Warner Bros. foi a público anunciar os filmes que farão parte do Universo Cinematográfico DC e dentre esses filmes foi anunciado o filme Suicide Squad (2016), baseado na revista em quadrinho homônima que conta com um grupo formado somente dos vilões da DC que cumprem missões e, caso saiam vivos dessa, recebem uma redução de sua pena. Eles são coordenados pela líder da Força Tarefa X, Amanda Waller (Viola Davis), e pelo Coronel Rick Flagg Jr. (Joel Kinnaman). Na composição do grupo, no filme, teremos o Pistoleiro (Will Smith), Capitão Bumerangue (Jai Courtney), Magia (Cara Delevingne) e Arlequina (Margot Robbie). Além desses, teremos, também, o Coringa (Jared Leto).

jared-leto-shows-off-newly-chopped-off-haircutLeto, pelo pouco que conheço de suas atuações, é um ator viceral. Ele estuda seu personagem, as características desse, para compô-lo. jared-leto-platinum-hairDas suas interpretações marcantes temos Angel Face (O Clube da Luta, 1999), Tobias Jacobs (Garota, Interrompida, 1999), Harry Goldfarb (Requiém Para Um Sonho, 2000), Heféstios (Alexandre, 2004), Vitaly Orlov (O Senhor das Armas, 2005), Mark David Chapman (Capítulo 27), Rayon (Clube de Compras Dallas). Em cada um desses personagens, ele buscou saber mais como cada um deles agiria em determinada situação.

Recentemente saiu a imagem de Leto com um corte que se assemelha ao do atual Coringa da DC Comics, o que fez todos ficarem em polvorosa. Mas o que pouco repararam é que o ator descoloriu o cabelo para poder colori-lo de verde. Enquanto outros atores carregavam de tinta ou usavam perucas, Leto deixou o cabelo – quase – branco para que – acredito eu – a tinta verde não dê tonalidades diferentes ou seja necessário exagerar no tom. Em breve veremos Leto dando “alma” a um novo Coringa nos cinemas e, mais uma vez, esse grande ícone dos quadrinhos ganhará uma performance que – talvez sim – seja digna de sua grandiosidade.