Translate

quinta-feira, 25 de dezembro de 2014

Resenha HQ: Lost Kids: Buscando Samarkand

LostKidsTítulo: Lost Kids: Buscando Samarkand

Ano de publicação: 2013

Editora: Timberwolf

Roteiros: Felipe Cagno

Artes: Ben Vazquez e Joey Vazquez (EUA), Rafael De Latorre e Wilton Santos (Brasil), Noel Rodriguez (Filipinas), René Córdova, César Rafael Gaspar e Everardo Orozco (México), Ivan Anaya (El Salvador) e Luís Figueiredo (Portugal)

Páginas: 272

Eu sempre adorei livros e filmes de fantasia. As temáticas com seus animais fantásticos, magia, cavaleiros, piratas, sempre me interessou.

Sinbad, Peter Pan, Harry Potter, O Hobbit, O Senhor do Anéis, As Crônicas de Nárnia, As Crônicas de Gelo e Fogo... e agora, Lost Kids: Buscando Samarkand.

Este encadernado, escrito por Felipe Cagno e desenhado por Ben Vazquez e Joey Vazquez (EUA), Rafael De Latorre e Wilton Santos (Brasil), Noel Rodriguez (Filipinas), René Córdova, César Rafael Gaspar e Everardo Orozco (México), Ivan Anaya (El Salvador) e Luís Figueiredo (Portugal), que participou do financiamento coletivo Cartase.me, é um lindo trabalho com essa temática.

A premissa é interessante: Cinco jovens embarcam em uma viagem para outra dimensão e tentam encontrar sua passagem de volta, contando com a ajuda de um soldado, um mercenário, um ladrão e um aprendiz de mago. Eles buscam por uma princesa e uma cidade perdida, além de encararem altos perigos e inimigos extremamente poderosos.

A premissa pode se assemelhar a outras que conhecemos, mas Felipe dá um tom totalmente inédito a Lost Kids. Seus personagens são muito carismáticos e provocam uma relação entre leitor-personagem, pois você pode adorá-los ou odiá-los, mas você sente a aventura fluir de forma fantástica.

A arte viajou o mundo. Foi do Brasil aos Estados Unidos, de Portugal à Filipinas, sem contar que deixou o trabalho ainda mais rico de imagens e ideias próprias de cada artista, mas seguindo o conceito primordial definido nos sketchbooks.

Cada personagem tem sua própria personalidade, bem definida em cada aspecto do desenrolar da história, assim como os relacionamentos.

É uma história encantadora, que mistura piratas, magia, cidades ocultas, vilões obstinados, heróis misteriosos e tudo que as histórias fantásticas têm de melhor. Simplesmente imperdível.lost kids (1)