Translate

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

RESENHA OVERDOSE HQ: Namor: As Profundezas

Publicado no grupo Overdose HQ em 29/10/2014.

RESENHA OVERDOSE HQ:

Namor: As Profundezas
Título original: Sub-Mariner: The Depths
Editora: Marvel MK (BR: Panini Books)
Ano de Publicação: 2008 (BR: 2010)
Argumento: Peter Milligan
Arte: Esad Ribic
Pág.: 132

Atlântida, mito ou realidade? É no intuito de desvendar esse mistério que o Dr. Rudolph Stein parte em uma missão para encontrar o capitão Marlowe a bordo do submarino Platão. Durante a expedição, Stein toma conhecimento de Namor, protetor de Atlântida, mas crê que tanto ele quanto a cidade perdida sejam puros mitos, fantasia ou alucinações de mentes pouco preparadas, mas ele vem a descobrir que tudo que sempre duvidou é mais real do que imagina e precisa decidir o que fazer com tal informação.
Eu achei simplesmente fantástico a forma de narrativa dessa história escrita por Peter Milligan (Stormwatch) e com arte de Esad Ribic (Loki), pois apesar de Namor somente fazer uma breve aparição, sente-se a presença dele em toda a história. Um amigo meu já havia me falado disso, mas agora eu percebi o que ele quis dizer. Toda a história ocorre nos anos de 1950, misturando fatos reais com ficção, de uma forma simplesmente fantástica, com um clima de suspense digno de histórias de terror clássicas. Milligan nos dá uma história que nos faz ficar preso a ela do começo ao fim e o trabalho artístico de Ribic somente engrandece a narrativa, com seu trabalho de sombras e o detalhamento de aparência, que percebesse como o Dr. Stein muda no decorrer da história. Existe também a interpretação que Ribic dá ao Namor, que mais parece um ser híbrido selvagem, com dentes serrilhados que mais lembram de uma barracuda ou de um piranha.
Uma história fantástica com uma arte maravilhosa, mostrando, mais uma vez, a grande qualidade de trabalho que a Marvel dispôs no selo Marvel Knights. Imperdível.namor - as profundezas