Translate

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Quem faz quadrinhos?

Publicado no Overdose HQ em 08/08/2014.

Como bem percebem, adoro escrever. As vezes até acho que estou escrevendo besteiras, espero por correções - que as vezes rolam de quem sabe mais (sempre tem alguém que sabe mais do que a gente) - que quando rolam fico muito agradecido por aprender mais.
Há alguns meses atrás entrei para o grupo Revista Mundo dos Super-Heróis, onde conheci pessoas como o Frank, Juliano, Moises, Ricardo, Clayton, e várias outras pessoas muito legais, que sempre me ensinam muito. Mas meu retorno as conversas sobre quadrinhos devem minha gratidão à Paulo Langer, que me convidou para o grupo Quadrinhólatras.
Mas eu estou enrolando assim para entrar em um assunto ao qual tem me deixado bem feliz nos últimos dias.
Uma das discussões que eu mais participei no grupo Revista Mundo dos Super-Heróis eram sobre os direitos que roteirista e desenhista têm de ter com seus nomes ligados às suas criações, em geral eram por conta de Jack Kirby ter ou não ter uma grande participação na criação da maioria dos personagens da Marvel Comics durante a Era de Prata dos quadrinhos.
Eu nunca defendi somente a menção a Kirby, mas também a Steve Ditko, que participou da criação do Homem-Aranha e do Doutor Destino, entre tantos outros que participaram ou criaram sozinhos vários personagens. Mas isso não é uma exclusividade da Marvel Comics, pois a DC Comics também tem seus pecados, como, por exemplo, nunca citar o desenhista Henry George Peter como co-criador da Mulher-Maravilha, somente citando William Moulton Marston como criador da personagem. Vale lembrar que Marston pode ter criado o conceito a ideia, mas quem deu corpo e roupas a personagem foi Peter. Aquaman parece ser um orfão, pois nunca foi mencionado que Paul Norris e Mort Weisinger foram os responsáveis por sua criação. Assim como poucos sabem que o Lanterna Verde Hal Jordan é uma criação de John Broome e Gil Kane. Broome também participou, ao lado de Carmine Infantino e Robert Kanigher, da criação do Flash. Quantos já ouviram falar dos criadores de J'onn J'onzz, o Caçador de Marte (conhecido aqui no Brasil como Ajax), Joseph Samachson e Joe Certa? Mort Weisinger e George Papp nunca tiveram seus nomes creditados quanto a criação de Oliver Queen/Green Arrow. Sei que ficaria um samba do crioulo-doido (sem querer ofender ninguém) em uma história da Liga da Justiça, mas no caso de uma história do grupo, poderiam creditar a Gardner Fox a idealização do grupo.
Estou colocando isso em conversa, pois Clayton divulgou que a Marvel Films deu os devidos créditos de criação a Bill Mantlo e Keith Giffen por Rocket Raccoon, e a Jim Starlin pela criação de Thanos, Gamora e Drax, O Destruidor, assim como citou vários outros artistas que criaram vários personagens que aparecem no filme "Guardians of the Galaxy".Agradecimentos especiais
Clayton ainda informou que a Twentieth Century Fox paga ao roteirista Len Wein sempre uma quantia considerável pelos filmes do Wolverine, bem como suas aparições nos filmes dos X-Men.
A Warner também não vem ficando atrás. Apesar de não darem os créditos de criação a Mort Weisinger e George Papp, a cada episódio em que Slade Wilson, o Exterminador aparecia, Marv Wolfman e George Pérez recebiam pelo direito de criação do personagem. Isso é uma vitória? Com certeza, pois os artistas estão sendo valorizados pelos seus trabalhos sem precisar ir ao tribunal exigir isso.
Durante o SDCC 2014, houve celebrações pelos 75 anos do homem-morcego e uma novidade me deixou extremamente feliz. A DC Comics reconheceu, em público, a participação do roteirista Bill Finger como co-criador do Batman, dando o devido crédito à ele.homenagem a Bill Finger
Quando vemos as grandes editoras, as empresas de entretenimento, valorizando os artistas de quadrinhos, cresce uma pequena esperança de que um dia veremos nomes de Broome, Infantino, Weisinger, Papp, Smachson, Certa, Kanigher, Norris, Gil Kane (para não confundir com o outro Kane) e Henry George Peter, ligados as suas criações ou co-criações. Quem sabe um dia.