Translate

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Nona arte na sétima arte - Parte 3

Publicado na fanpage do Overdose HQ em 24/09/2014.

(Antes da leitura, uns esclarecimentos: 1º- O texto a seguir se refere a personagens que tiveram suas interpretações tanto no cinema quanto nos quadrinhos, sendo assim, muitos super-heróis terminaram ficando de fora, pois eram originais da sétima arte; 2º- O material teve como fonte o Wikipedia, o IMDB e o Box Office Mojo. boa leitura).


2000-X-MenEm agosto de 2000, a 20th Century Fox, lançou o segundo filme de super-heróis da Marvel Comics, X-Men. O filme tinha direção de Bryan Singer, que havia dirigido o oscarizado Os Suspeitos (1996), e trazia no elenco Patrick Stewart (Star Trek: A Nova Geração) como Charles Xavier, Sir Ian McKellen (O Aprendiz) como Magneto, Halle Berry (Os Flintstone: O Filme) como Ororo Munroe/Tempestade, Famke Janssen (A Casa da Colina) como Jean Grey, James Marsden (Intrigas) como Scott Summers/Ciclope, Anna Paquin (Amistad) como Vampira, o – então – estreante em Hollywood, Hugh Jackman como Logan/Wolverine, o artista marcial Ray Park (Guerra nas Estrelas: Episódio I – A Ameaça Fantasma) como Groxo, Rebecca Romijn-Stamos (Austin Powers – O Agente “Bond” Cama) como Mística, Bruce Davison (O Aprendiz) como Senador Kelly e o lutador da WCW Tyler Mane como Dentes-de-Sabre. O filme teve um orçamento modesto na época, o que não permitiu o uso de alguns personagens originais do grupo, como Anjo e Homem-de-Gelo (que faz uma breve aparição, interpretado pelo ator Shawn Ashmore). Custou ao estúdio US$ 75 milhões, mas teve uma arrecadação arrebatadora nos cinemas no valor de US$ 296.339.527, mundialmente, o que garantiu uma continuação.
Em 2002, dois outros personagens da Marvel apareceram no cinema. Um vinha numa continuação.
2002-Blade IIBlade II – O Caçador de Vampiros estreou em março de 2002 nos Estados Unidos, e tinha na direção o mexicano Guillermo Del Toro (A Espinha do Diabo). Trazia Wesley Snipes novamente como Blade, assim como Kris Kristofferson como Whistler, mas também trazia Ron Perlman (Círculo de Fogo) como Reinhardt, a chilena Leonor Varela (O Alfaiate do Panamá) como Nyssa, Norman Reedus (Santos Justiceiros) como Scud, Thomas Kretschmann (U-571 – A Batalha do Atlântico) como Damaskinos, Luke Goss (Conduta Ilegal) como Nomak, Matthew Schulze (Velozes e Furiosos) como Chupa, Danny John Jules (Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes) como Asad, Donnie Yen (Highlander: A Batalha Final), Karel Roden (15 Minutos) como Kounen, a bela norueguesa Marit Velle Kile como Verlaine, Tony Curran (Pearl Harbor) como Priest e Daz Crawford (007 – O Mundo Não É O Bastante) como Lighthammer. O novo filme, também produzido pela New Line Cinema, custou ao estúdio US$ 54 milhões e teve uma arrecadação mundial de US$ 155.010.032, o que foi considerado bom para garantir uma terceira continuação.
2002-Homem-AranhaO segundo filme de 2002 era com um dos personagens mais famosos da Marvel, o Homem-Aranha.
Depois de anos em animações e somente com uma adaptação em live-action no ano de 1977, O Amigo da Vizinhança aguardou sua adaptação na tela grande. Em 1985 ela quase saiu pela empresa Cannon Films, com direção de Joseph Zito, mas Menahem Golan e Yoram Globus desconheciam totalmente os aspectos do personagem, o que gerou insatisfação na Marvel e o projeto foi cancelado. Em 1991, James Cameron escreveu também seu roteiro para um filme do personagem, mas não foi para frente. Depois dessa última tentativa, houveram problemas judiciais a respeito dos direitos do personagem no cinema, até que a Marvel ganhou e passou para a Columbia Pictures os direitos de filmagem do Cabeça-de-Teia. O filme estreou em 2002 com Sam Haimi (O Dom da Premonição) na direção e no elenco vinham Tobey Maguire (Garotos Incríveis) como Peter Parker/Homem-Aranha, Kirsten Dunst (Entrevista com o Vampiro) como Mary Jane Watson, Willem Dafoe (A Sombra do Vampiro) como Norman Osborn/Duende Verde, James Franco (Nunca Fui Beijada) como Harry Osborn, Cliff Robertson (Fuga de Los Angeles) com tio Ben, Rosemary Harris (O Dom da Premonição) como tia May e J.K. Simmons (A Mexicana) como J.J. Jameson. O filme custou à Columbia Pictures US$ 139 milhões e arrecadou pelo mundo US$ 821.708.551, o que animou a Columbia a fazer uma continuação, também. Começava-se a perceber o mercado lucrativo dos filmes de super-heróis da Marvel.
2003-X-Men 2Em 2003, 20th Century Fox retornava aos cinemas com uma continuação de X-Men. X-Men 2 no dia 25/04/2003, sendo novamente dirigido por Bryan Singer e com todo o elenco original do primeiro filme: Patrick Stewart como Charles Xavier, Sir Ian McKellen como Magneto, Halle Berry como Ororo Munroe/Tempestade, Famke Janssen como Jean Grey, James Marsden como Scott Summers/Ciclope, Anna Paquin como Vampira, Hugh Jackman como Logan/Wolverine e Rebecca Romijn como Mística, ainda eram acrescentados ao elenco Brian Cox (A Identidade Bourne) como William Stryker, Alan Cumming (Pequenos Espiões 2: A Ilha dos Sonhos Perdidos) como Kurt Wagner/Noturno, Shawn Ashmore (X-Men) como Bobby Drake/Homem-de-Gelo, Aaron Stanford (A Última Noite) como John Allerdyce/Pyro e Kelly Hu (O Escorpião Rei) como Lady Deathstrike. Nesse filme a Fox investiu um pouco mais, US$ 110 milhões e teve uma bilheteria significativa de US$ 407.711.549, em todo o mundo.
2003-DemolidorNo mesmo ano lançou Demolidor – O Homem Sem Medo. O filme estreou dois meses antes de X-Men, e era dirigido por Mark Steven Johnson (Pequeno Milagre), que também escreveu o roteiro, e tinha no elenco Bem Affleck (A Soma de Todos os Medos) como Matt Murdock/Demolidor, Jennifer Garner (Prenda-me Se For Capaz) como Elektra Natchios, Colin Farrell (O Novato) como Mercenário, Michael Clarke Duncan (À Espera de Um Milagre) como Wilson Fisk/Rei do Crime e Jon Favreau (Virando o Jogo) como Franklin “Foggy” Nelson. O filme custou a Fox US$ 78 milhões, mas teve uma arrecadação baixa de US$179.179.718, mundialmente, o que não incentivou a Fox em fazer uma continuação.
2003-HulkAinda em 2003, a Universal Studios voltou a investir em filmes de super-heróis com o lançamento de Hulk. O personagem não ganhava uma adaptação em carne e osso desde o filme televisivo A Morte do Incrível Hulk (1990). Sob a direção de Ang Lee (O Tigre E O Dragão), o filme tinha no elenco Eric Bana (Falcão Negro Em Perigo) como Dr. Bruce Banner/Hulk, Jennifer Connelly (Uma Mente Brilhante) como Dra. Betty Ross, Sam Elliott (Fomos Heróis) como general Thaddeus “Thunderbolt” Ross, Josh Lucas (Uma Mente Brilhante) como major Glenn Talbot e Nick Nolte (Além da Linha Vermelha) como Dr. David Banner. O Hulk foi gerado todo em computação gráfica, diferente do seriado, e capitação de movimentos. Com isso, o filme custou ao estúdio 137 milhões, mas devido às críticas negativas, nos Estados Unidos arrecadou US$ 132.177.234, e pelo mundo, US$ 245.360.480, o que fez com que a Universal deixasse o gigante verde em êxtase por cinco anos.
2003-LXGA Fox veio a lançar mais um filme, desta vez baseado em personagens criados pelo roteirista Alan Moore e lançados pela editora Wildstorm, A Liga de Cavaleiros Extraordinários. O filme, intitulado simplesmente como A Liga Extraordinária, tinha direção de Stephen Norrington (Blade, O Caça Vampiros), o filme tinha no elenco Sean Connery (Armadilha) como Allan Quartermain, Peta Wilson (da série de TV La Femme Nikita) como Mina Harker, o indiano Naseeruddin Shah como Capitão Nemo, Tony Curran (Blade II – O Caçador de Vampiros) como Rodney Skinner/O Homem Invisível, Stuart Townsend (A Rainha dos Condenados) como Dorian Gray, Shane West (Drácula 2000) como Tom Sawyer, Jason Flemyng (Do Inferno) como Dr. Henry Jekyll/Edward Hyde e Richard Roxburgh (Moulin Rouge: Amor em Vermelho) como M/Dr. Moriarty. O filme custou à Fox US$ 78 milhões, mas nos Estados Unidos, arrecadou somente US$ 66.465.204, enquanto pelo mundo arrecadou US$ 179.265.204.
No começo de 2004, a Dark Horse voltava aos cinemas com o filme Hellboy. Personagem escrito e desenhado pelo artista Mike Mignola, 2003-HellboyHellboy é um dos grandes sucessos da editora e teve o lançamento feito pela Columbia Pictures. Sob direção de Guillermo Del Toro (Blade II – O Caçador de Vampiros), contava no elenco com Ron Pearlman (Blade II – O Caçador de Vampiros) como Hellboy, Selma Blair (Tudo Para Ficar Com Ele) como Liz Sherman, John Hurt (Harry Potter e a Pedra Filosofal) como Dr. Trevor “Broom” Bruttenholm, o britânico Rupert Evans como agente John Myers, Karel Roden (O Monge à Prova de Balas) como Grigori Rasputin, Jeffrey Tambor (Eurotrip – Passaporte para a Confusão) como diretorTom Manning, Doug Jones (MIIB – Homens de Preto II) como Abe Sapien, Ladislav Beran (Blade II – O Caçador de Vampiros) como Karl Ruprecht Kroenen e Biddy Hodson (As Brumas de Avalon) como Ilsa Haupstein. O filme custou a Columbia Pictures US$ 66 milhões e arrecadou um pouco mais do triplo, mundialmente (sendo que foi um fracasso nos EUA, pois arrecadou somente US$ 59.623.958), ou seja, US$ 99.318.987.
Já a Marvel teve três lançamentos no ano de 2004. Pela Lionsgate, estreou O Justiceiro, pela Columbia Pictures estreou Homem-Aranha 2 e pela New Line Cinema veio a Blade: Trinity.
Em abril de 2004, estreou nos cinemas estadunidenses o segundo filme do Justiceiro. O primeiro, devido ao fracasso comercial, fora lançado direto em vídeo, já o segundo foi lançado nos cinemas com direção do escritor Jonathan Hensleight, que fez sua estreia como diretor, e tinha no elenco Thomas Jane (O Apanhador de Sonhos) como Frank Castle/Justiceiro, John Travolta (Violação de Conduta) como Howard Saint, Will Patton (A Última Profecia) como Quentin Glass, James Carpinello (da série Felicity) como os gêmeos Bobby e John Saint e Laura Harring (Cidade dos Sonhos) como Livia Saint. A Lionsgate Studios gastou com o filme US$ 33 milhões e arrecadou mundialmente somente US$ 54.700.105, deixando, mais um vez, o Justiceiro sem munição para uma continuação.
Em junho de 2004, a Columbia lançou a continuação de Homem-Aranha. 2004-Homem-Aranha 2Homem-Aranha 2 ainda contava com Sam Raimi na direção, assim como com boa parte do elenco original como Tobey Maguire como Peter Parker/Homem-Aranha, Kirsten Dunst como Mary Jane Watson, James Franco como Harry Osborn, Rosemary Harris como tia May e J.K. Simmons como J.J. Jameson. Willem Dafoe fez uma breve aparição como lembranças do filho de Norman Osborn, Harry, mas o elenco ganhou um novo membro no elenco, Alfred Molina (Lutero) como Dr. Otto Octavius/ Dr. Octopus. Esse novo filme custou a Columbia US$ 200 milhões, e arrecadou mundialmente US$ 783.766.825, além de excelentes críticas para o ator Alfred Molina por sua interpretação como Dr. Octopus.
Antes da terceira parte da série Blade estear nos cinemas, a Warner lançou Mulher-Gato. 2004-Mulher GatoO filme estreou em julho de 2004 e tinha a direção de Pitof, que tinha somente dirigido Vidocq e trabalhado bastante com efeitos visuais em filmes como Alien – A Ressurreição, Astérix e Obélix contra César e Joana D’Arc. No elenco tinha Halle Berry (X-Men 2) como Patience Phillips/Mulher-Gato, Benjamin Bratt (Traffic: Ninguém Sai Limpo) como policial Tom Lone, Sharon Stone (Vítima da Sedução) como Laurel Hedare e Lambert Wilson (Matrix Revolutions) como George Hedare. O filme custou a Warner US$ 100 milhões e se tornou o maior fracasso arrecadando pelo mundo US$ 82.102.379.
Em dezembro de 2004 estreou o novo Blade. 2004-Blade TrinityBlade: Trinity tinha na direção o roteirista David S. Goyer (Conduta Ilegal) e somente repetia Wesley Snipes no papel de Blade, pois o restante do elenco era totalmente novo com Jessica Biel (Celular – Um Grito de Socorro) como Abigail Whistler, Ryan Reynolds (O Dono da Festa) como Hannibal King, Dominic Purcell (Equilibrium) como Drácula/Drake, Parker Posey (Leis da Atração) como Danica Talos, Callum Keith Rennie (Efeito Borboleta) como Asher Talos e o lutador de WWE Paul “Triple H” Levesque. O filme custou a New Line Cinema US$ 65 milhões e arrecadou mundialmente US$ 128.905.366.